Comportamento


Quando leio O Príncipe, de Maquiavel, tenho a nítida impressão de que príncipe e povo são inimigos.
A tática, na guerra, é ardilosa, mas não é desleal, porque entre os inimigos não há qualquer pacto de lealdade.
Entre os amigos, o ardil, a treta, a mentira são pura deslealdade.
Entre os inimigos, a tática é uma forma de sabedoria. Entre os amigos, uma traição.
Leia mais…

Drocha morreu num dia como este, 14 de maio. Epa! Que lapso! Hoje seria aniversário dele, que morreu mesmo foi a 21 de setembro… Teria valido a pena sua vida? Com que parâmetros medir, avaliar? Só muita petulância para julgar isto. O mistério que transcende nossa vã existência (vã enquanto existência em si) deixa rastros de dúvidas, como fogos-fátuos, como caudas de cometas. Naturalmente, são os filhos e netos (quem sabe mais quem virá a partir dele?) e toda a sua progênie que darão testemunho de sua passagem por aqui (mesmo que tenha sido por ele e por nós outros considerada vã e inútil). São as memórias de todos os que o conheceram que vão imortalizar seu nome. Estas memórias contêm na certa a marca de sua irreverência, com que filosofava em cada tirada mordaz ou de gracejo, como a que está ali no livro de Adylson Machado, Amendoeiras de Outono, mesmo que apenas numa breve citação, breve mas tão fiel ao que lembramos dele: “Ali conhecera a realidade das estiagens, aprendeu a valorizar cada gota d’água, grão de arroz, de feijão, de milho, bocado de farinha. ‘Quem tudo come, tudo caga’, filosofava um tio avô desbocado, Dativo, gargalhando das digressões em sua tenda de seleiro.” [página 41]…
Leia mais…

Os jornais, o rádio e a televisão têm informado um dia ou outro, embora com menos freqüência, acerca da crise do mercado americano da construção civil, que provocou outra crise maior ainda no setor financeiro, quebrando bancos e bolsas de valores. A crise se disseminou como uma doença pelo mundo inteiro e já vem atingindo o Brasil.

Para quem pensa que isto que está acontecendo fica lá por cima e não nos atinge, eu vou passar as informações que nos explicam de modo simples e claro o que de fato deu início à crise e quais as conseqüências para o cidadão comum, como você e como eu.
O artigo que eu transmito aqui foi publicado na internet, com o título A Crise Americana bem Explicada. Escrito em setembro do ano passado, está bem atual. Seu autor se chama Weslei S. Dourado.
Leia mais…

Perguntas tão antigas quanto a inteligência humana:
• Quem somos nós?
• De onde surgimos?
• Para onde vamos?
• A vida faz algum sentido?

São perguntas que mobilizaram originalmente os filósofos, os artistas, os poetas, os místicos e mais recentemente os pesquisadores, os cientistas. Hoje são perguntas que frequentemente vêm e voltam ao homem normal, ao homem comum. E, se ainda são perguntas, tão velhas quanto novas, são perguntas sem respostas.
Leia mais…

É preciso uma dose significativa de crença em Deus, em um Deus eterno e na nossa conseqüente imortalidade d’alma, para fazer o que Dom Frei Luiz Cappio, bispo de Barra do Rio Grande, está fazendo: uma greve de fome até a morte. Leia mais…

As amizades podem ser representadas graficamente como uma imagem estelar, cujas pontas são desiguais, e muito desiguais. Em certos momentos da vida, temos a impressão de que as amizades são algo uníssono, niveladas, iguais, eqüidistantes do núcleo daquele gráfico estelar, cujo centro representa o sujeito da amizade e cujas pontas representam seus objetos. Então, promovemos um encontro e convidamos todos os amigos do nosso círculo, uma festa povoada, animada, mas superficial, em que caberia seguramente qualquer pessoa, conhecida ou desconhecida, que tivesse um mínimo ponto de contato com mais alguém ali presente. Não é preciso que haja uma espécie de mmc  que interligue e aglutine a totalidade dos presentes. Ao final, entretanto, a frustração daquele suposto, desejável, mas inexistente mmc, que interligasse e aglutinasse a totalidade dos presentes, será maior do que a satisfação do encontro. De fato, o encontro não terá ocorrido, senão em caráter superficial e fragmentário. Isto provavelmente porque os amigos convidados para o encontro não seriam pontas eqüidistantes, da estrela gráfica, umas das outras e mesmo do sujeito nuclear que teria promovido o encontro. É o tipo do evento que em si não favorece a comunicação dos mundos interiores, comunicação esta que caracteriza, possibilita e alimenta as amizades.

Leia mais…

Elas precisam ser tiradas. Nosce te ipsum! Conhecer-se é retirar as máscaras. Muito bem. Uma coisa é eu mesmo retirar minhas máscaras e para isto até ser ajudado por outros. Outra coisa é alguém vir retirar minha máscara, violentamente, humilhantemente, pois as máscaras servem também para nos proteger. As máscaras nos dão mimetismo e cada um tem o direito de escolher tirar ou não suas máscaras.

Leia mais…

 
Uma noite, conversei com dois dos meus filhos, até uma da manhã, trocando idéias sobre ética. Fiquei cheio de receio de estar completamente iludido acerca da ética no mundo. Leia mais…

Na sala de espera, três pessoas aguardando a hora de ser atendidas. Chamo a primeira delas. Das duas seguintes, uma está totalmente louca e acompanhada da prima; a outra, uma jovem, sentada calmamente, está desacompanhada. Leia mais…

A necessidade: um dia, se os homens sobreviverem aos seus próprios atos neste planeta ou em outro lugar qualquer, alguém vai ter de inventar um modo de captar diretamente do sol toda a energia necessária às necessidades humanas, transformá-la em eletricidade, que é a energia padrão para multiuso, e transportá-la, através, quem sabe, de ondas eletromagnéticas, de sua fonte até o seu ponto de consumo, prescindindo assim de fios condutores. Leia mais…

 

 

O gosto do mostrar-se é uma característica tipicamente feminina, como o gosto pelo olhar é masculino. Isto é, nos jogos de sedução e no aquecimento sexual, homens e mulheres se comportam mais ou menos dentro desses padrões. Leia mais…

(Texto que talvez tenha sido escrito por um brasileiro que vive na Europa. Não pude identificar o autor)

“A vida é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro

Leia mais…